Sem categoria

Gestão de Infraestrutura de TI: o que é e por que você precisa dela?

fevereiro 12, 2019
Gestão de Infraestrutura de TI: o que é e por que você precisa dela?
Tempo de leitura 6 min

As empresas de pesquisa, como o Gartner e o IDC, lançam a cada ano quais são as tendências em TI com maior potencial para revolucionar as organizações e o mercado. A ideia dessas publicações é indicar tecnologias que merecem a atenção dos gestores. No entanto, sem uma boa gestão de infraestrutura de TI, nenhuma inovação causará o impacto esperado pelos especialistas!

A gestão de infraestrutura de TI é uma tarefa básica e essencial. Sem ela, nenhuma empresa terá sucesso no uso das tecnologias, por mais disruptivas que elas sejam. Por isso, neste post explicamos o que é, quais boas práticas podem orientar a gestão da infraestrutura e como é possível otimizar essa área. Continue lendo e confira!

O que é gestão de infraestrutura de TI?

A missão fundamental da gestão de infraestrutura de TI é garantir uma boa performance de hardwares e sistemas, possibilitando que as pessoas executem suas atividades no menor tempo possível e com o apoio necessário. Sua função é assegurar que as automações de processos funcionem, liberando os colaboradores para atuarem em tarefas estratégicas, por exemplo.

Mais que cuidar de servidores, rotinas de backup, rede interna, link de internet e disponibilidade de aplicações, a gestão de infraestrutura visa instituir as melhores práticas para:

  • antecipar e reduzir incidentes;
  • diminuir a quantidade de chamados abertos pelos usuários;
  • programar melhorias que aumentem a eficiência das pessoas e da empresa, como um todo.

Logo, sua função envolve aspectos operacionais e estratégicos para o desenvolvimento de qualquer empresa que use, ao menos, um software e algum equipamento para executar suas atividades.

Como realizar uma boa gestão de infraestrutura?

Existem três boas práticas indispensáveis para estruturar e manter uma boa gestão de infraestrutura de TI. Confira quais são elas a seguir.

Monitoramento

O monitoramento é realizado por um software que é instalado nos diversos equipamentos utilizados pela empresa. Ele detecta, por exemplo, se a rede está sobrecarregada, se o link de internet está conectado e a qual velocidade, se uma máquina está operando por muito tempo com uma alta demanda de processamento.

Com essas informações é possível identificar possíveis gargalos na infraestrutura, provisionar a compra de novos aparelhos ou solicitar aos fornecedores que reparem seus serviços, como o de fornecimento de conexão estável de internet.

Na FábricaDS, por exemplo, o software de monitoramento permite gerenciar dispositivos, serviços e aplicações em diversos locais que a empresa utilize a TI, como em filiais ou equipamentos mobile.

Essa funcionalidade permitiria à equipe de TI rodar um sistema que demande mais recursos e seja utilizado na filial A, na infraestrutura da filial B, por causa da disponibilidade de equipamentos dessa filial.

Implantação da cultura DevOps

cultura DevOps gera uma mudança que busca automatizar o maior número de processos de gerenciamento, manutenção e disponibilização da infraestrutura. Seu objetivo é gerar mais agilidade e segurança na execução de tarefas repetitivas, como a criação de novas máquinas e ambientes de desenvolvimento, por exemplo.

Outra vantagem do DevOps é fazer a integração da equipe de desenvolvimento e com a de infraestrutura, facilitando a comunicação e acelerando possíveis alterações que uma das equipes solicite para a outra. A simples adoção dessa metodologia permitirá que sua empresa atenda aos usuários de forma mais rápida e proativa.

Documentação dos ambientes

Ter uma documentação detalhada com informações sobre fornecedores, contatos do suporte de aplicações, datas de aquisição e garantia de equipamentos e softwares, configurações e fins indicados para cada item do inventário de TI da empresa é outra boa prática.

Esses dados ajudarão no atendimento ágil a qualquer incidente ou necessidade de atualização da infraestrutura.

Por que é importante?

As principais razões para realizar uma gestão da infraestrutura de TI de forma eficiente estão relacionadas à otimização de recursos financeiros, do tempo dos colaboradores e dos equipamentos.

A seguir, listamos as três principais vantagens.

  1. Há um aumento na produtividade dos profissionais de TI e dos colaboradores que dependem de aplicações para realizar suas atividades cotidianas. Afinal, há maior disponibilidade dos sistemas e mais automação dos processos, facilitando a resolução de ocorrências e incidentes.
  2. A vida útil dos seus equipamentos tende a ser prolongada, pois as sobrecargas são reduzidas ou até eliminadas. Por exemplo, se uma máquina projetada para suportar mil acessos simultâneos balanceará, de forma automática, a sua carga com um outro equipamento sempre que acontecer um acesso acima de seu limite.
  3. A otimização do aproveitamento dos equipamentos e da jornada de trabalho dos profissionais levará a uma redução de custos. Isso evitará que hardwares desnecessários sejam adquiridos em decorrência de uma estimativa equivocada dos gestores de TI. Ou seja, fazendo essa gestão, você conseguirá reduzir custos, pois aproveitará melhor os equipamentos que já possui, ou comprará de forma escalável as demais máquinas.

Como e por que contratar uma empresa especializada para otimizar a gestão de infraestrutura?

A contratação de uma empresa especializada é um passo fundamental na otimização das operações e da gestão de TI. Uma consultoria poderia ajudar no processo de implantação de ferramentas de monitoramento, desenharia os processos operacionais, definiria os indicadores a serem observados, entre outras ações estratégicas para a gestão.

Na FábricaDS, por exemplo, nós contamos com as ferramentas da Red Hat e da VMware para facilitar a gestão da infraestrutura de TI. Ambos podem ser considerados os maiores fornecedores de aplicações voltadas para o gerenciamento e a adoção da cultura DevOps.

Com essa parceria, conseguimos atuar desde o mapeamento do atual cenário, desenho da solução ideal, implantação, até chegar ao monitoramento e sustentação do ambiente completo.

Além disso, a experiência adquirida com a implantação dessas ferramentas e processos em projetos de alta complexidade permitiu que nossos profissionais se tornassem especialistas nesse tema.

Por exemplo, implementar esses projetos em ambientes críticos, que demandam alto rendimento, alta performance e um monitoramento constante exige que a equipe de TI execute todas as ações contra falhas e comprometa dados sensíveis dos clientes, como é o caso de bancos e órgãos públicos.

Logo, investir na otimização da gestão da infraestrutura de TI é uma das principais maneiras das empresas sobreviverem a um mercado que exige alta performance e disponibilidade. Mais que comprar novos equipamentos ou contar com profissionais capacitados, a nova estrutura de gerenciamento requer equipes com conhecimentos complementares e que saibam se adaptar aos diferentes desafios dos negócios.

Contar com o apoio especializado é fundamental. Quer conhecer um pouco mais sobre o método e ferramentas utilizados pela FábricaDS na otimização da gestão da infraestrutura de TI? Então, entre em contato conosco e seja atendido por um de nossos especialistas nesse assunto!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up