Saiba o que é marketing de proximidade e aplique essa estratégia

marketing de proximidade
6 minutos para ler
Tempo de leitura 5 min

O uso de tecnologias que detectam a localização do cliente e enviam um anúncio para que ele visite um ponto de venda ainda é incipiente no Brasil. No entanto, a utilização estratégica das ações de marketing de proximidade pelos varejistas norte-americanos garantiu a eles, somente em 2015, USS 4,1 bilhões.

No ano seguinte, a Statia previa que haveria um aumento de 1000% nesse valor. A dificuldade para adotar essa tática de marketing no Brasil está na necessidade de combinar sensores e dispositivos para transmitir notificações aos usuários, aplicativos que recebam a mensagem, e ainda criar campanhas personalizadas.

Ou seja, apesar de ser uma boa estratégia, para ter sucesso com o marketing de proximidade é preciso que haja o envolvimento de profissionais de diversas áreas, como Tecnologia da Informação (TI), vendas e marketing. Quer saber por que adotar o marketing de proximidade em seu comércio e como simplificar sua implantação? Então, confira!

O que é marketing de proximidade?

Imagine enviar um anúncio, uma promoção ou um cupom de desconto para um consumidor que passa em frente ao ponto de venda? E se pudesse alertar um cliente, visitante da loja, de que ele pode receber um conjunto de facas se comprar R$ 300 em carnes e bebidas para churrasco?

Essa é a proposta do marketing de proximidade. Ele consiste em atingir diretamente os clientes próximos ou dentro do local de negócios da empresa. O conceito é usar diversas tecnologias para incentivá-los a fazer uma compra. Ou seja, é uma boa estratégia para empresas que vendem diretamente para o consumidor final!

Como usar essa estratégia para engajar mais clientes?

Existem diversas formas de aplicar o marketing de proximidade nas empresas. Acompanhe, a seguir, alguns exemplos simples:

  • quando o consumidor passa em frente à loja, a vitrine pode mostrar uma promoção ou o aplicativo instalado no celular pode receber uma notificação push de uma promoção exclusiva para aquele momento;
  • se, ao usar um aplicativo de rotas, como o Waze, o cliente passar, próximo do horário de almoço, em um raio de 3km de um restaurante, o aplicativo pode mostrar um anúncio que pergunte se ela está com fome, indique o endereço do local e apresente um prato bastante solicitado pelos visitantes;
  • ao redefinir seu leiaute interno e reestruturar a disposição das prateleiras, a loja pode usar o marketing de proximidade para obter dados sobre como as pessoas se movimentam e, com isso, criar um espaço mais adequado;
  • a loja pode anunciar uma promoção para quem ficar mais de um minuto parado em um corredor, pois isso pode indicar que esse consumidor está decidindo qual item escolher.

O marketing de proximidade pode ajudar na captação de dados, na informação sobre itens promocionais, na oferta de cupons de desconto, no mapeamento do comportamento dos visitantes das lojas e outros. Para isso, basta que a empresa forneça um aplicativo capaz de receber e dispositivos específicos para transmitir as mensagens.

O que deve ser considerado antes de implantá-lo?

O primeiro fator a ser considerado na implantação do marketing de proximidade está relacionado à precisão da localização do cliente. Decidir sobre isso é fundamental para determinar qual tipo de dispositivo deve ser adquirido e adotado pela empresa.

Por exemplo, o Bluetooth Low Energy (BLE) — ou beacon, como é mais conhecido — é um aparelho de geolocalização muito preciso e eficiente em ambientes fechados. Ele usa a frequência do bluetooth para indicar localização com variação de, no máximo, 1m. Ou seja, o cliente está a, no máximo, 1m da promoção.

Uma antena Wi-Fi, por outro lado, é menos precisa. Ela usa a rede de conexão para enviar mensagens para os clientes conectados a ela, mas não indica exatamente onde eles estão. A depender do contexto, elas podem ser mais adequadas.

Outra opção para o marketing de proximidade é usar como base a localização GPS. Nesse caso, a precisão pode variar em até 10m, além de não captar a localização de quem está em lugares fechados. Ou seja, a aplicação determina qual tecnologia é mais apropriada para a estratégia.

O segundo passo é determinar quais dados a empresa deve usar para interagir com o público. Por exemplo, ela pode criar campanhas segmentadas segundo o perfil dos clientes ou comunicações mais genéricas.

Na terceira etapa, é preciso estabelecer como os dados devem ser coletados, armazenados e integrados a outros sistemas. Pode-se, por exemplo, enviar promoções de itens automotivos para compra no e-commerce depois de o cliente ter visitado a loja física e permanecido mais de 6 minutos no corretor desses itens.

Isso aumenta as vendas e integra as lojas física e virtual. E como transformar essa estratégia em resultados reais, no curto prazo? Conseguir resultados com marketing de proximidade depende da boa estruturação da campanha e de tecnologias confiáveis. Confira, a seguir, histórias de sucesso na aplicação dessa estratégia.

Novos produtos

O McDonald’s criou uma linha de cafés gelados e, para incentivar a compra, oferecia desconto para quem visitasse as lojas e usasse o Wi-Fi. O resultado foi um aumento de 20% nas vendas e o retorno de 30% dos clientes, que voltaram a comprar o produto menos de um mês após a primeira compra.

Promoções

O Carrefour implantou o marketing de proximidade em dois países. Os visitantes da loja recebiam cupons de desconto e o catálogo de ofertas diretamente no aplicativo da marca sempre que entravam no estabelecimento. O resultado foi um aumento de 400% no tempo que os consumidores gastavam no aplicativo.

O marketing de proximidade pode ser aplicado de diversas formas por lojas e comércios. Investir nessa estratégia ajuda a reforçar a marca, aumentar as vendas e estabelecer novos meios de interação. Para facilitar sua adoção, é necessário criar um aplicativo específico para esse objetivo e que seja capaz de receber as mensagens da empresa.

Você acredita que o marketing de proximidade pode ser útil no seu empreendimento? Quer conhecer outras tecnologias para trazer mais negócios para a sua marca? Então, aproveite sua visita aqui no blog para assinar nossa newsletter e passe a receber nossas atualizações em primeira mão diretamente na sua caixa de entrada!

Você também pode gostar
-
Scroll Up