Openshift – Criando um Ambiente

3 minutos para ler
Tempo de leitura 3 min

Simplificando o complicado

Irei descrever neste post como podemos construir um ambiente Openshift em nossa máquina local afim de conhecermos mais a plataforma. Este post não faz referência a um ambiente de produçãoPortanto use este tutorial única e exclusivamente para ambientes locais e de testes.

Iniciaremos por algumas configurações básicas no SO que irão facilitar nossa vida a seguir.

No exemplo a seguir estou usando uma VM com Centos 7.4. Por que Centos? Simples, pois gosto desta distribuição… rs…

Vamos atualizar os pacotes. (Caso tenha alguma atualização que envolva kernel, reinicie sua VM)

Editamos o arquivo hosts conforme abaixo (Lembrando que neste exemplo estou utilizando o hostname openshift.local)

Agora vamos instalar mais um pacote necessário para o funcionamento de nosso lab. Instalaremos o docker.

Depois de instalado execute:

Edite o arquivo /etc/sysconfig/docker e adicione o parâmetro –insecure-registry 192.168.0.0/16 na linha de OPTIONS.

Precisaremos criar um arquivo onde nele colocaremos todas configurações sobre os repositórios de containers. Sendo assim faremos:

E então vamos inserir as seguintes informações:

Reinicie o serviço do docker

Realizar do download do pacote do Origin para utilizarmos em nosso ambiente. Para isso execute. (Observação: Como é um ambiente de teste, estou usando uma versão Alpha do pacote, vamos ajudar a comunidade caso encontremos bugs.)

Vamos descompactar o pacote.

Agora vamos mover os binários para a pasta /usr/local/bin de forma que o bash interprete nossas chamadas aos binários.

Vamos realizar um teste para checar a versão. Para isso digite:

O resultado deverá ser:

Para finalizar vamos apenas realizar a liberação da porta 8443 no firewall.

Após realizadas todas as ações descritas, basta iniciarmos nosso serviço oc cluster passando os parâmetros para apontar ao IP que acessaremos.

As informações de acesso à console estão disponíveis a vocês logo após o término da subida dos serviços.

Acesse por meio de seu navegador o endereço mencionado nas instruções, uma tela semelhante a imagem abaixo deverá ser exibida.

 Conclusão

Objetivo concluído. Temos um ambiente Openshift Local onde nele poderemos conhecer mais sobre este PaaS. Em breve descreverei um novo artigo de como criarmos uma arquitetura para produção envolvendo o Openshift em sua distribuição fornecida pela RedHat, envolvendo sua forma corporativa de provisionamento de arquitetura com master, node e etcd balanceado

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Scroll Up