vRealize Orchestrator: automatizar a TI é realmente necessário?

vRealize Orchestrator
7 minutos para ler
Tempo de leitura 6 min

Chamamos de automação de TI a aplicação de softwares e sistemas para substituir o trabalho manual em tarefas repetitivas. Assim, a máquina será capaz de executar sozinha algumas funções — que, até então, dependiam de pessoas — com a mínima intervenção de um gestor ou administrador.

O escopo dessa automação é realmente muito amplo, indo desde a elaboração de códigos até o monitoramento e controle de infraestruturas de data centers. Por isso, você precisará conhecer bem os seus processos para saber quais deles vão se beneficiar mais da implementação dessa tecnologia.

Neste post, explicamos quais tarefas pode ser automatizadas e os benefícios dessa medida. Além disso, ao longo da leitura você também vai conhecer a principal ferramenta disponível no mercado: o vRealize Orchestrator. Acompanhe!

Quais tarefas de TI podem ser automatizadas?

Atualmente, há diversas tarefas passíveis de automação no setor de TI. Podemos dividi-las em três grupos principais, que veremos a seguir.

Gerenciamento dos servidores na nuvem

A maior parte das empresas opera o TI com aplicações, armazenamento, infraestrutura e computação em nuvem, trazendo agilidade e escalabilidade para todo o setor. Gerenciar os servidores cloud é uma das tarefas que mais consome tempo do time de TI — tornando-se, portanto, uma prioridade para a automação.

Entre as tarefas de gerenciamento de nuvem automatizáveis, podemos citar a gestão de servidores e a gestão de nuvem híbrida.

Gestão de servidores

É possível aprender os padrões de uso de cada ferramenta e alocar a banda ideal, limitando o uso de recursos (RAM, processamento, espaço de armazenamento etc.) para aplicações mais simples e menos importantes, ao passo que se aumenta o daquelas mais prioritárias, que precisam ser estáveis e à prova de falhas.

Gestão de nuvem híbrida

Praticamente toda empresa atual faz uso tanto da nuvem pública quanto da privada, conceito que é chamado de nuvem híbrida. No entanto, é preciso gerenciar quais aplicações e dados serão armazenados em cada uma delas. A ferramenta de automação possibilita isso, realizando o processo com pouquíssima intervenção humana.

Desenvolvimento de software

Um dos principais gargalos da produtividade do TI está no desenvolvimento de softwares. Isso porque esse é um processo repetitivo e longo, que causa exaustão na maioria dos programadores. A automação vem para permitir que partes desses softwares sejam escritas pela máquina, em vez de criadas do zero.

Algumas ferramentas mais inteligentes conseguem até compreender os objetivos do programador durante o desenvolvimento, oferecendo sugestões de código para acelerar o processo.

Além disso, a automação permite mais facilidade durante as etapas de testes. Em vez de meramente apontar os erros dos códigos, as ferramentas automatizadas são capazes de realizar sozinhas pequenas modificações para corrigi-los. Assim, o time de TI só precisa intervir em casos de falhas mais complexas.

Processos de trabalho de atendimento

Quando um cliente liga para o atendimento da empresa, sua principal preocupação é a resolução rápida do problema. Para garantir isso, é preciso contar com softwares capazes de elaborar relatórios automaticamente, para que o atendente entenda perfeitamente as queixas desses usuários e possa ajudá-los da melhor forma possível.

Quais são os benefícios da automação de TI?

As empresas não devem automatizar somente porque esse tema é uma tendência, mas sim porque isso traz benefícios reais e palpáveis, que ajudam a cumprir os objetivos empresariais. Veja, abaixo, as principais vantagens.

Redução de custos

Com o aumento constante da competitividade no setor tecnológico, a redução de custos tornou-se uma das principais preocupações das organizações. Afinal, ela ajuda a diminuir o preço dos produtos sem comprometer a lucratividade, permitindo que as empresas mantenham um nível elevado de investimentos ao mesmo tempo em que ganham vantagem competitiva sobre seus concorrentes.

Nesse contexto, a automação é uma ferramenta imprescindível por vários motivos, entre eles:

  • redução de erros — menos erros significam que menos tempo será gasto com retrabalho e que o tempo dos seus funcionários poderá ser gasto para avançar em outros projetos;
  • redução da necessidade de mão de obra humana — com a automação, praticamente todas as tarefas manuais repetitivas são eliminadas. Como os Recursos Humanos é a área que mais drena recursos do TI, isso causa uma economia significativa.

Produtividade aprimorada

Como explicamos nos tópicos anteriores, fluxos de trabalho automatizados dispensam o trabalho manual humano em muitas tarefas, principalmente de gestão, controle e monitoramento.

Além de gerar economia, isso melhora a alocação de pessoal nas operações de TI. Assim, eles podem aplicar os seus conhecimentos e habilidades criativas em tarefas e projetos prioritários, otimizando a produtividade de todos os processos.

Mais disponibilidade

Interrupções do sistema sempre podem trazer enormes prejuízos à sua empresa, pois, além de trazerem insatisfação, elas são capazes de fazer com que vários clientes migrem para outros serviços enquanto o seu estiver suspenso.

Nesse cenário, uma das principais preocupações do TI deve ser a manutenção de altos níveis de disponibilidade possíveis.

Com a automação, é possível realizar um monitoramento ativo dos sistemas 24 horas por dia. Além disso, pode-se programar as máquinas para resolver qualquer problema sem a intervenção humana. Dessa forma, mesmo em momentos com um time reduzido de TI, você conseguirá manter os seus aplicativos funcionando bem.

Como o vRealize Orchestrator funciona?

Agora que você entende as vantagens de automatizar, é hora de ver como os melhores resultados podem ser garantidos com uma solução inteligente: o vRealize Orchestrator. Dentre as principais ferramentas com que você pode contar, listamos as principais a seguir.

Automação robusta do fluxo de trabalho

É possível realizar projetos e fluxos de trabalho dimensionáveis com muita agilidade e simplicidade, automatizando processos de TI complexos sem ter que parar as atividades da empresa por muito tempo.

Recursos poderosos de gerenciamento

Há uma ferramenta dentro do vRealize que cria fluxos de trabalho e aprimora os plug-ins genéricos. Tudo isso utilizando a melhor tecnologia disponível para softwares, como as operações SOAP, REST e os scripts PowerShell.

Aceleração da automação de nuvem

Aproveitando esses novos fluxos de trabalho e os plug-ins pré-desenvolvidos, há a integração com os recursos do vRealize Suite, do vCloud Suite e da plataforma vSphere.

Arquitetura aberta e flexível

É possível automatizar tarefas e ações de gerenciamento tanto nas aplicações VMware quanto nas terceirizadas. Assim, o administrador pode centralizar o controle e o monitoramento de sistemas de suporte técnico, gerenciamento de mudanças, de ativos de TI etc.

Como podemos ver, ao investir no vRealize Orchestrator você consegue automatizar a TI da sua empresa para atingir resultados cada vez melhores. Várias atividades manuais repetitivas serão executadas pela máquina e seus funcionários poderão se dedicar a tarefas que demandam inteligência e criatividade!

Se este post ajudou você, assine nossa newsletter e receba, por e-mail, outros conteúdos sobre soluções tecnológicas para empresas.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Scroll Up