Como a Inteligência Artificial impacta o setor de TI da empresa?

inteligencia artificial pode ajudar no ti
6 minutos para ler
Tempo de leitura 6 min

A Inteligência Artificial (IA) é caracterizada pela integração de sistemas, redes neurais, sensores, mecanismos e outros softwares ou hardwares. O objetivo é capacitar computadores e máquinas a interpretarem a realidade, aprenderem e decidirem sem a intervenção humana.

Os exemplos mais comuns do uso dessa tecnologia são: no reconhecimento de imagens, no atendimento ao cliente via robôs inteligentes e na personalização de visitações em e-commerces. Tudo isso ocorre com base no histórico de interação do consumidor.

Ainda que a definição seja simples, o termo agrupa outros conceitos que podem impactar profundamente a realidade das empresas, como Machine Learning, Deep Learning e Processamento da Linguagem Natural (PLN).

Mas você sabe o que cada categoria de Inteligência Artificial representa? Como elas podem ser usadas e qual é o papel da TI quando se opta por adotá-las? Continue lendo e confira a resposta para essas questões!

Quais são os principais modelos de Inteligência Artificial?

O site norte-americano Monster é utilizado por empresas para encontrar parceiros para projetos pontuais de tecnologia. Segundo seus idealizadores, as três categorias de Inteligência Artificial mais requisitadas em 2017 foram: Deep Learning, PLN e Machine Learning.

Vale destacar que esses projetos deveriam ser liderados por empresas experientes, que conhecem a tecnologia e a realidade do negócio dos clientes. Abaixo, vamos explorar o que cada uma delas representa.

Processamento de Linguagem Natural

Uma das tarefas mais complexas executadas por uma pessoa é o diálogo. Essa simples atividade envolve a decodificação da mensagem, a compreensão do contexto da conversa e a resposta em linguagem semelhante.

Se isso é difícil para um ser humano, para uma máquina poderia ser um ato impossível — ou quase, pois o PLN avança a cada dia, tornando a interação entre máquinas e pessoas mais amigável.

Essa tecnologia pode ser vista em centrais de atendimento nas quais a pessoa não precisa digitar números para selecionar uma opção. Nelas, basta dizer o que se deseja para o atendente virtual oferecer uma solução adequada à demanda.

Outra utilização bem comum ocorre nos chatbots. Os robôs conversacionais compreendem os contextos da linguagem escrita e atendem instantaneamente aos pedidos dos usuários.

Machine Learning

O Aprendizado de Máquinas pode ser definido como a capacidade dos programas de analisar dados, encontrar padrões e aprender autonomamente. Boa parte da aprendizagem é realizada com a supervisão de um técnico, que ajuda a máquina a entender contextos mais complexos do que os conhecidos até aquele momento.

Essa tecnologia é usada, por exemplo, para monitorar o estoque de uma empresa e, com base nos pedidos de vendas, detectar o momento exato em que uma nova ordem de compra e a reposição devem ser feitas. Isso diminuiria a necessidade de intervenção humana, automatizaria a reposição de itens essenciais e reduziria o capital imobilizado da organização em recursos adquiridos para ficar no armazém da companhia.

Deep Learning

O Aprendizado Profundo pode ser entendido como um Machine Learning avançado. Nesse nível, o aprendizado não precisa ser supervisionado e a estrutura da Inteligência Artificial se molda ao cenário em que está inserida.

As respostas não programadas ou os ambientes com dados pouco estruturados e sem padrões definidos, por exemplo, podem se beneficiar dessa tecnologia.

Como a Inteligência Artificial pode ser aplicada no setor de TI?

Atualmente, é comum encontrarmos os profissionais de TI sobrecarregados com as ações cotidianas, padronizadas e que pouco agregam à área ou ao negócio. Mas o uso de Inteligência Artificial tende a mudar esse cenário, pois a aprendizagem de máquina pode:

  • executar diversos scripts;
  • otimizar a administração dos sistemas;
  • detectar padrões e picos de demandas;
  • redistribuir a carga de trabalho entre vários servidores;
  • alertar para o funcionamento inadequado de hardwares.

Tudo isso ocorre sem a intervenção humana. Uma pesquisa realizada pela Tata Consultancy Services indicou que 67% dos responsáveis por TI já utilizam a Inteligência Artificial para detectar ameaças à segurança, automatizar tarefas de administração de softwares e solucionar problemas de usuários.

Contudo, a maior vantagem da adoção dessa tecnologia é integrar e aperfeiçoar os processos realizados por outros departamentos da empresa, conforme veremos abaixo.

Como a área de TI pode apoiar outros departamentos da empresa com o uso da IA?

Existem 3 grandes áreas que já se beneficiam da Inteligência Artificial: a financeira, a de marketing e vendas e a de atendimento ao cliente. Veja como a TI pode apoiar cada uma delas!

Financeira

Boa parte das decisões financeiras é apoiada em cenários futuros combinados aos atuais. Imagine que determinada empresa decida investir em uma nova linha de produtos considerando dados de seu fluxo de caixa, o faturamento futuro e a margem de contribuição do lançamento em seu lucro.

Contudo, essas previsões dependem de um contexto para que se concretizem. Nesse ponto, a Inteligência Artificial pode auxiliar a tomada de decisão e revisão das expectativas da empresa para aquele novo produto.

Outras decisões, como a tomada de crédito, a distribuição de lucros e a análise de crédito dos clientes, também podem ser aperfeiçoadas com o uso de grandes quantidades de dados disponíveis em fontes estruturadas ou não.

Marketing e vendas

Confira algumas das possibilidades de aplicação da IA na área de marketing e vendas:

  • recomendações de itens baseados no histórico de pesquisas e compras dos consumidores;
  • anúncios segmentados;
  • comunicados personalizados;
  • definição das etapas da jornada de compra;
  • oferta de conteúdos relevantes para o público-alvo.

Esse setor requer a captura, combinação, interpretação e estruturação de dados disponíveis nos sistemas internos da empresa e na internet. Assim, são gerados insights capazes de aumentar o faturamento e as vendas.

Atendimento ao cliente

Oferecer atendimento ao cliente 24 horas e pelos sete dias da semana é extremamente custoso quando contamos apenas com pessoas. Já ao integrar os canais de atendimento aos sistemas internos do negócio, combinando-os com a Inteligência Artificial, é possível solucionar a maioria das dúvidas dos consumidores com poucas despesas.

Nesse caso, boa parte dos investimentos seria para aprimorar a IA (e não com pessoal). Já as pessoas seriam empregadas em tarefas mais complexas e estratégicas.

O setor de TI deve ser o novo protagonista ao encontrar formas de aplicação da Inteligência Artificial não só em sua área, mas nos diversos processos internos e no modo como a empresa obtém seu lucro.

Para tanto, é necessário conhecer os principais subgrupos de IA, suas vantagens e limitações. Além disso, é recomendado encontrar parceiros confiáveis para executar os projetos desenhados para cada departamento.

Você acredita que a Inteligência Artificial poderia apoiar a TI e os demais departamentos de sua empresa? Então, confira outras formas de integrar as áreas de um negócio usando a tecnologia e a automação de processos e BPM!

Você também pode gostar
-
Scroll Up