Red Hat Satellite: como funciona e quais são as suas vantagens?

Red hat satellite
7 minutos para ler
Tempo de leitura 6 min

Com as novas tecnologias e capacidades imensas de processamento e armazenamento, algo que não deve ficar de fora é o gerenciamento de infraestrutura. Por isso, a Red Hat desenvolveu uma plataforma robusta, pronta para enfrentar qualquer crescimento: o Red Hat Satellite.

Neste post, abordamos os principais aspectos dessa plataforma, além de suas vantagens e algumas particularidades. Acompanhe!

O que é o Red Hat Satellite?

O Red Hat Satellite é uma plataforma que realiza o gerenciamento de infraestrutura. Ela foi criada para provisionar e facilitar a manutenção dos ambientes RHEL (Red Hat Enterprise Linux), bem como outros componentes da infraestrutura Red Hat.

A plataforma oferece segurança, pois está em conformidade com os mais diversos padrões. Também consegue gerenciar os ciclos de vida como:

  • aplicação de patches;
  • gerenciamento da subscrição;
  • provisionamento;
  • e gerenciamento da configuração.

Como funciona?

Em uma única tela, você conseguirá administrar milhares de sistemas operacionais como se fossem apenas um, de forma simples e organizada. Além disso, a plataforma atua de acordo com as melhores práticas de compliance, tornando os dados facilmente disponíveis, de forma confiável e, principalmente, passíveis de auditoria.

Outros pontos importantes como escalabilidade, implantação e gerenciamento de sistemas operacionais serão realizados em ambientes físicos, virtuais e de cloud.

Seguindo o padrão das soluções da Red Hat, o Red Hat Satellite é open source e é baseado em módulos que possibilitam um melhor gerenciamento do RHEL em implantações, sejam elas virtuais ou não.

A plataforma Satellite consegue gerenciar o ciclo de vida de outros produtos de infraestrutura da Red Hat, além do Red Hat Enterprise Linux e de alguns parceiros.

  • Red Hat Storage: sistema de arquivos distribuído.
  • Red Hat Enterprise Virtualization: plataforma de virtualização.
  • Red Hat Enterprise Linux OpenStack Platform.
  • Red Hat OpenShift Container Platform.
  • Servidor de Diretórios Red Hat.
  • Sistema de Certificação Red Hat.

O Red Hat Satellite também está preparado para integrar diversos tipos de ambientes ou componentes, como os descritos abaixo.

Bare metal

Trata-se do provisionamento do sistema operacional diretamente no hardware, sem qualquer camada de virtualização. O Red Hat Satellite é capaz de realizar este provisionamento, assim como atualizar e monitorar este ambiente de forma automatizada.

Ambiente Virtualizado

VMWare, RHV e Hyper-V são alguns dos exemplos de plataforma de virtualização. Sem qualquer limitação ou diferença do provisionamento realizado direto na máquina física, o Red Hat Satallite também é capaz de gerir sistemas operacionais RHEL em ambiente virtualidade.

Uma dúvida muito comum neste caso: qual a diferença de realizar o provisionamento do sistema operacional através de um template no virtualizador ou utilizando o Red Hat Satellite?
A resposta é mais simples que parece: enquanto o template do virtualizador é uma versão “congelada” do SO, através do Satellite o sistema operacional é provisionado com todos os patchs atualizados e seguindo todas as suas regras de conformidade atuais, eliminando a necessidade de atualização dos templates a cada nova definição criada por sua equipe de sistemas operacionais.

Nuvens Públicas

Amazon, Google, Azure… não importa qual o ambiente de nuvem. Em qualquer ambiente que exista uma conectividade, o Red Hat Satellite será capaz de provisionar e gerenciar máquinas RHEL, sem qualquer limitação.

Capsule Server

O Capsule Server geralmente é utilizado para expandir a área de implantação do servidor de satélite para diferentes localizações geográficas. Em outras palavras, podemos dizer que é um servidor proxy para o servidor principal via satélite.

O Capsule Server é necessário para as organizações que têm sedes em diferentes localizações geográficas. No local da primária será instalado o servidor do Satellite, e para outros locais será implantado o servidor da Capsule. Todo o conteúdo dos repositórios é sincronizado com o servidor da cápsula para o servidor principal do satélite. Todo o Sistema RHEL está registrado nos servidores capsulares de seus respectivos locais.

Quais são os principais recursos?

O gerenciamento do ciclo de vida do RHEL é o principal recurso do Satellite, e há quatro recursos principais que suportam isso.

Provisionamento centralizado

Os administradores conseguem centralizar e padronizar o provisionamento em várias plataformas, como ambientes virtualizados, nuvem pública, nuvem privada e bare metal.

Gerenciamento de software

O Red Hat Satellite lida com patches e atualizações de software para garantir a consistência e a disponibilidade do sistema. Os administradores usarão o Satellite para gerenciar softwares desde o estágio de desenvolvimento até a produção.

Gerenciamento de configuração do sistema

O Satellite fornece um local central para os administradores configurarem os sistemas Red Hat. Eles também usarão ferramentas para identificar e reduzir o desvio de configuração.

Gerenciamento de assinatura

Fornece visibilidade das assinaturas de produtos da Red Hat e permite que os administradores controlem o uso.

A equipe de TI também utilizará o Red Hat Satellite para configurar totalmente o ambiente operacional. Isso aumenta a eficiência, pois permite aos administradores a implantação de recursos e sistemas de uma maneira mais consistente — o que reduz a probabilidade de erros.

Quais são as vantagens de usar o Red Hat Satellite?

Ao automatizar a maioria das tarefas relacionadas à manutenção de sistemas operacionais, o Satellite ajuda as organizações a aumentar a eficiência, reduzir os custos operacionais e capacitar as equipes de TI para responder ainda melhor às necessidades estratégicas do negócio. Vamos agora conferir as vantagens do Red Hat Satellite.

Economia de tempo

Com a possibilidade de gerenciamento em massa de todo o parque de servidores em uma só tela, o setor de Operação e Produção torna-se muito mais rápido e eficaz. Sobra tempo para que a equipe se concentre em atividades de maior valor, além de atender às necessidades empresariais com mais velocidade.

Escalabilidade

A escalabilidade refere-se à probabilidade de uma rede de servidores aumentar conforme a demanda ― sem necessidade de longas e perigosas paradas sistêmicas. Com a plataforma Satellite é possível resolver rapidamente a demanda de gerenciamento de milhares de sistemas distribuídos por vários data centers.

Redução de custos

Existem diversos fatores para a redução de custos, mas o principal dessa plataforma é que ela gerencia os sistemas Linux com mais eficiência. Dessa forma, reduz os custos de gerenciamento e implantação de cada sistema.

E tem mais! Na última versão do Satellite, outros benefícios e melhorias foram incluídos — eles estão listados abaixo.

Segurança

Na última versão do Satellite, integrado ao Ansible ― empresa comprada pela Red Hat em 2015 ―, incluiu os seguintes recursos de segurança.

  • Detecção e triagem de atividades suspeitas: configura automaticamente o registro em toda a empresa firewalls e IDS.
  • Caça de ameaças: cria automaticamente regras de IDS para investigar a origem de uma violação de regra de firewall e coloca na lista de permissões endereços IP não ameaçadores.
  • Resposta a incidentes: a Ansible realizará a validação automática de uma ameaça, de acordo com as regras do IDS. Acionará, então, uma correção da solução SIEM e criará regras de firewall corporativo para colocar na lista negra a origem de um ataque.

Suportabilidade

Provisionamento para o AWS GovCloud, cápsulas com balanceamento de carga, transferência de banco de dados, repositório privado do Docker e preservação de configurações personalizadas.

Agora você já sabe o que é o Red Hat Satellite, como a plataforma funciona, quais são suas principais características e funcionalidades, bem como as vantagens principais.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então compartilhe este post nas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Scroll Up